O que acontece nas operações de mineração?

Na mina, ocorrem várias atividades simultâneas.  

 

 

 


 

As operações de desmonte são planejadas com base no plano da mina: onde, quando e que métodos serão utilizados para desenvolver o depósito. Quando necessário, efetuamos uma detonação seletiva ou misturamos rochas detonadas de diferentes unidades. A Lhoist adota esta abordagem, pois acreditamos que seja a única forma de garantir a utilização responsável das nossas reservas, atendendo assim às necessidades do cliente a longo prazo.

As operações na mina começam pela perfuração e detonação seguidas pelo carregamento e transporte de pedra desmontada para o britador de pedras primário. Um programa de detonação rigoroso assegura a qualidade e quantidade dos grandes volumes de pedra necessários para alimentar as instalações de transformação. Trata-se de um passo vital no processo.

Nas minas que realizam detonação, as plataformas de perfuração criam aberturas onde os explosivos são carregados. O padrão de perfuração dos buracos e as cargas explosivas utilizadas influenciam a fragmentação da rocha e são selecionados com base em cada local e situação. Uma vez que a rocha foi desmontada, a pedra é transportada do banco da mina para o britador de pedras primário por uma frota de caminhões, carregados por uma ou mais pás carregadoras.

As pedras que não são adequadas para a britagem são comercializadas de forma diferente ou utilizadas para aterramento e reabilitação da mina.

As operações diárias da mina devem responder a características internas e externas de curto prazo, de forma a garantir o fornecimento aos clientes. A comparação entre as expectativas de longo prazo e as realidades de curto prazo durante as atividades de mineração permite identificar problemas e atuar de forma corretiva e adequada.